Técnica segura e de recuperação rápida, vamos falar sobre a prótese R24R.

Técnica segura e de recuperação rápida, vamos falar sobre a prótese R24R.

Já teve o desejo de aumentar as mamas, mas repensou por conta do longo processo de recuperação? A prótese de recuperação rápida R24R (Real 24 Recovery – ou recuperação em 24 horas) permite que o paciente possa retomar atividades simples do dia a dia como, pentear o cabelos, levantar os braços, tomar banho tudo isso em um curto período após a colocação do implante de silicone.

A colocação da prótese de silicone com a técnica R24R adota um protocolo cirúrgico que possuí como objetivo otimizar a recuperação do paciente, reduzir o trauma e tornar a recuperação menos dolorida, são pensados o tipo de anestesia a ser utilizada, como e onde a prótese será inserida.

A técnica é segura e bastante eficaz quando realizada por um cirurgião plástico experiente e possuí uma boa conduta ética, o Dr. Antonio Márcio tem vasta experiência em cirurgias plástica e na utilização da técnica R24R, é especialista em cirurgias plásticas e atua na região Sul e Sudeste do Pará, Marabá.

Para alcançar a rápida recuperação foi desenvolvida e comprovada cientificamente a técnica dos 14 pontos, ela ajuda na segurança, evitando a contaminação da prótese de silicone. São elas:

1. Utilizar antibióticos intravenosos no início do anestésico;
2. Evitar fazer incisões ao redor do mamilo ou pela axila;
3. Fazer uso de protetores no mamilo para evitar a contaminação por bactérias dos ductos mamários na prótese;
4. Dissecção cuidadosa, a fim de minimizar os danos no tecido mamário;
5. Interromper sangramentos durante a cirurgia;
6. Preservar o tecido mamário de incisões;
7. Realizar irrigação apropriada;
8. Utilizar o funil introdutor, evitando com isso que o implante mamário entre em contato direto com a pele e suas possíveis bactérias;
9. Utilizar instrumentos novos e afastadores além de realizar a troca das luvas cirúrgicas antes de manusear o implante;
10. Reduzir o tempo entre a retirada do implante mamário de sua embalagem estéril e a introdução na mama;
11. Evitar o uso de provadores;
12. Realizar fechamento da pele em camadas;
13. Sempre que possível, evitar o uso de drenos;
14. Recomenda se o uso antibióticos para cobrir procedimentos subsequentes que violam a pele ou a mucosa.
Obtendo com isso uma técnica moderna, democrática e segura, que pode ser utilizada em diversos corpos, trazendo um visual renovado e um “Up” na sua autoestima.

Cirurgia Plástica em Marabá